Programa paroquial

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Rico aos olhos de Deus...


Uma questão difícil, ontem como hoje, a das heranças... como de tantas outras questões relacionadas com a propriedade, com o ter, com o dinheiro. Jesus aproveita a ocasião em que é questionado para afirmar que «a vida de uma pessoa não depende da abundãncia dos seus bens». E conta uma pequena parábola: o rico que tem tão excelente colheita que vai querer guardar os seus bens para longos anos, e que pensa para consigo: «descansa, come, bebe, regala-te»... Mas terá de entregar a sua alma, e fica a pergunta: «o que preparaste, para quem será?»


Não se deixar cegar pela riqueza, mas alargar o horizonte da vida a outras «riquezas», as que o são aos olhos de Deus... Não é desprezo pelos bens materiais, mas saber usar as oportunidades que neles são dadas para procurar um bem maior, na partilha e generosidade...


O boletim paroquial desta semana pode ser visto AQUI.

2 comentários:

alfajcons disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Eu sei que os padres são especialista do Evangelho e o padre Zé até explica bem mas, as vezes tenho dúvidas se o explicarão da melhor forma.  É que este dá a impressão que Jesus diz claramente que as bens materiais pouco importam. Claro que precisámos deles para viver, porque a semana passada ensina no Pai-Nosso "dai-nos em cada dia o pão da nossa subsistência". Se o homem não acumulasse riqueza não explorava o outro, não esgotava as bens da terra, não distruia o planeta!?...Isto é o que faz o progresso! "Vede bem, guardai-vos de toda a avareza: a vida de uma pessoa não depende da abundância dos seus bens»"  O melhor é não pensar mais, vamos vivendo como se pode mas sempre na presença do nosso Deus... É mesmo uma questão difícil...